Como lidar com a depressão no ambiente de trabalho

Identificar funcionários com a doença é o primeiro passo para ajudar

A depressão no ambiente de trabalho está cada vez mais comum, segundo uma pesquisa da Isma-BR, cerca de 47% dos brasileiros que estão no mercado de trabalho sofrem com a doença em algum nível. Normalmente, ela surge como uma combinação de vários fatores genéticos e externos.

Já falamos sobre a questão do afastamento por doenças mentais em nosso blog, mas nesse Setembro Amarelo é importante reforçar como identificar os sintomas e prevenir pioras nessas situações:

Como identificar a depressão

Para identificar a depressão no ambiente de trabalho é preciso conhecer os sintomas, os mais comuns são:

  • Baixo astral ou tristeza profunda;
  • Diminuição da eficácia no trabalho;
  • Dificuldade de concentração, de planejar atividades diárias e resolver problemas;
  • Indecisão, esquecimento e passividade;
  • Evita a socialização com colegas de trabalho.

É possível ajudar alguém com depressão

Quando um funcionário sofre com a doença deve-se incentivá-lo a buscar ajuda com médicos especializados. Além disso, é possível elaborar ações, como palestras e workshops que melhorem a qualidade de vida dentro e fora da empresa, contar com psicólogos dentro do departamento pessoal e propor a prática de atividades físicas.

Setembro Amarelo

O Setembro Amarelo é uma campanha realizada todo ano a fim promover a prevenção do suicídio através da conscientização e discussão do tema, com o slogan “falar é a melhor solução”. A depressão está entre as principais causas de suicídio e a discussão sobre o tema é essencial dentro de empresas. 

O CVV – Centro de Valorização da Vida disponibiliza gratuitamente o número 188 para auxiliar pessoas que precisam conversar, que necessitam de um apoio, mas não sabem por onde começar esse processo. A ligação é totalmente sigilosa e pode ser feita a qualquer hora do dia.

Conclusão

É importante conscientizar-se sobre os sintomas da depressão e prestar auxílio a quem está passando pela situação. Caso um colaborador de sua empresa esteja apresentando sintomas, mostre o máximo de apoio possível, mantenha o diálogo e oriente-o a procurar um psicólogo.

Deixe uma resposta